Author Archives: xbiau-es

A Bienal Ibero-americana de Arquitetura e Urbanismo (BIAU)

A Bienal Ibero-americana de Arquitetura e Urbanismo (BIAU) é uma iniciativa do Governo da Espanha, em colaboração com diversas instituições ibero-americanas, consolidada após a realização de nove edições anteriores, como uma das referências fundamentais para compreender a situação atual e prospectiva da arquitetura e do urbanismo na comunidade ibero-americana. As principais atividades da Bienal giram em torno ao reconhecimento e difusão das carreiras profissionais mais relevantes, as obras de arquitetura e urbanismo mais significativas, as melhores publicações, as pesquisas mais sobresselentes e as melhores ideias de arquitetos e estudantes de arquitetura.

A seleção, realizada por júris representativos em cada tema, será exibida no catálogo e nas exposições correspondentes. A X Bienal Ibero-americana de Arquitetura e Urbanismo celebrar-se-á na cidade de São Paulo, Brasil, em julho de 2016 com um Programa Acadêmico de atividades, que incluirá a apresentação dos trabalhos selecionados nas distintas categorias da convocatória, uma série de conferências magistrais, palestras especializadas e mesas de debate articuladas em torno ao tema da X BIAU.

A BIAU pretende ser uma plataforma estável de debate, reflexão, troca de experiências e relação entre profissionais da arquitetura e do urbanismo dos 22 países participantes, de ambos os lados do Atlântico. A Bienal também é um instrumento para a criação de pensamento crítico e uma aproximação dos valores da Arquitetura e do Urbanismo aos cidadãos e ao conjunto da sociedade em geral. Para isso, durante os dois anos seguintes à celebração da Bienal em São Paulo, será proposto um programa para atender a este objetivo, que acompanhe e complemente o movimento da exposição dos trabalhos premiados pelas cidades de ambos os continentes.

Lema da X BIAU em São Paulo 2016

Os deslocamentos das pessoas historicamente deram lugar a transformações das cidades e dos territórios, nas quais não contam só os edifícios. Estas transformações se produzem dentro do complexo campo configurado por forças de significados muito diferentes e que vão dos movimentos das pessoas, causadas pelas migrações do meio rural às novas megalópoles, aos movimentos que supõem o abandono dos centros urbanos.

A combinação dessas forças com outros movimentos, como a mudança dos modelos econômicos urbanos, traz consigo novas necessidades, como a renovação e ampliação das cidades e a ordenação integral do território. A arquitetura e o urbanismo são as ferramentas adequadas para canalizar soluções, tanto materiais como conceituais, que vão da imensa escala territorial até a mais elementar construção de alojamento.

A Bienal Ibero-americana deve prestar contas de quanto sucesso se obteve nesse sentido, por arquitetos e instituições no amplo e heterogéneo espaço dos lugares e sociedades que abarca.

A convocatória da IX BIAU é aberta e pública

A convocatória da IX BIAU é aberta e pública, anunciando-se através do sítio , além de outros meios de comunicação, administrações
públicas, conselhos e associações profissionais, escolas e faculdades de arquitetura. Os interessados em apresentar obras, publicações e trabalhos de investigação poderão enviar seus trabalhos através do sítio da BIAU seguindo o calendário seguinte:
Obras e Prêmio Ibero-americano: até as 24:00 horas (hora local do lugar de envio) do dia 29 de janeiro de 2016.

Publicações e Vídeos: Data limite para enviar as teses de doutoramento e a documentação digital das publicações até as 24:00 horas do dia 05 de fevereiro de 2016.
Data limite para enviar a documentação física das publicações até as 24:00 horas do dia 05 de fevereiro de 2016.
Teses de Doutoramento: até as 24:00 horas (hora local do lugar de envio) do dia 05 de fevereiro de 2016.
As obras, uma vez apresentadas, serão selecionadas em cada país ou âmbito territorial por um Comitê de Seleção do qual fará parte o Curador. A lista de obras selecionadas pelo Comitê será enviada à Secretaria Permanente da Bienal Ibero-americana na Espanha, antes do dia 15 de março de 2016.
As teses de doutoramento e publicações serão enviadas diretamente à Secretaria Permanente, para sua avaliação por parte do Júri correspondente.
Os Júris de Obras, Publicações, Teses de doutoramento e Prêmio Ibero-americano de Arquitetura e Urbanismo reunir-se-ão em Madri em abril de 2016. O resultado das deliberações será publicado durante o mês de abril de 2016.

Datas principais:

  • Novembro 2015: Lançamento da convocatória.
  • 29/01/2016: Data limite para enviar as propostas de obras e candidatos ao Prêmio Iberoamericano de Arquitetura e Urbanismo
  • 05/02/2016 Data limite para enviar as teses de doutoramento e a documentação digital das publicações.
  • 05/02/2016 Data limite para enviar a documentação física das publicações.
  • 15/03/2016 Data limite para que os Curadores remetam a seleção de obras à Secretaria da BIAU e para a recepção das publicações na Secretaria da BIAU.
  • Abril 2016: Reuniões dos Júris de Obras, Publicações, Teses de doutoramento e Prêmio Iberoamericano de Arquitetura e Urbanismo.
  • Abril 2016: Publicação das deliberações dos Júris.
  • Julho 2016: Celebração da X BIAU em São Paulo, Brasil.

Organização X Bienal Iberoamericana de Arquitectura y Urbanismo

  • Instituições convocadoras
    Espanha Ministerio de Fomento. Dirección General de Arquitectura, Vivienda y Suelo Consejo Superior de los Colegios de Arquitectos de España (CSCAE) Fundación Caja de Arquitectos Brasil Ministério da Cultura Governo Federal Secretaria de Cultura Governo do Estado de São Paulo Prefeitura Municipal de São Paulo Secretaria Municipal de Relações Internacionais e Federativas Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano Secretaria Municipal da Cultura Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU-SP) Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento de São Paulo (IAB-SP) Escola da Cidade
  • Curadoria
    Ángela García de Paredes e Ignacio García Pedrosa (Espanha) Álvaro Puntoni, curador adjunto (Brasil)
  • Curadores Nacionais da X BIAU
    A Bienal nomeou os seguintes especialistas em cada país ou âmbito territorial, que atuarão como Curadores Nacionais (antigos delegados) da X BIAU (ver anexo Funções do Curador)