Lema da X BIAU em São Paulo 2016

Os deslocamentos das pessoas historicamente deram lugar a transformações das cidades e dos territórios, nas quais não contam só os edifícios. Estas transformações se produzem dentro do complexo campo configurado por forças de significados muito diferentes e que vão dos movimentos das pessoas, causadas pelas migrações do meio rural às novas megalópoles, aos movimentos que supõem o abandono dos centros urbanos.

A combinação dessas forças com outros movimentos, como a mudança dos modelos econômicos urbanos, traz consigo novas necessidades, como a renovação e ampliação das cidades e a ordenação integral do território. A arquitetura e o urbanismo são as ferramentas adequadas para canalizar soluções, tanto materiais como conceituais, que vão da imensa escala territorial até a mais elementar construção de alojamento.

A Bienal Ibero-americana deve prestar contas de quanto sucesso se obteve nesse sentido, por arquitetos e instituições no amplo e heterogéneo espaço dos lugares e sociedades que abarca.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *